Quarto Dia

(Resenha) O Quarto Dia – Sarah Lotz

Sinopse:

Em O Quarto Dia, Sarah Lotz conduz o leitor por uma viagem de réveillon que tinha tudo para ser perfeita. Mas às vezes o novo ano reserva surpresas desagradáveis…

Janeiro de 2017. Após cinco dias desaparecido, o navio O Belo Sonhador é encontrado à deriva no golfo do México. Poderia ser só mais um caso de falha de comunicação e pane mecânica… se não fosse por um detalhe: não há uma pessoa viva sequer no cruzeiro.

As autoridades acham indícios de uma epidemia de norovírus, mas apenas descobrem os corpos de duas passageiras. Para piorar, todos os registros e gravações de bordo sofreram danos irreparáveis.

Como milhares de pessoas podem ter sumido sem deixar rastro? Teorias da conspiração se alastram, mas só há uma certeza: 2.962 passageiros e tripulantes simplesmente desapareceram no mar do Caribe.

Resenha

O Quarto Dia

Título: O Quarto Dia   
Autor: Sarah Lotz
Editora: Arqueiro 
Nº de Páginas: 352
ESTRELA-FAV2-300x45

Desde que acabei de ler o livro Os três, estava aguardando ansiosamente para ler O quarto dia e para minha alegria ele conseguiu ser ainda melhor que seu antecessor. Em O quarto dia o leitor vai acompanhar o que aconteceu com um navio que ficou desaparecido por 5 dias e apareceu com apenas 2 pessoas mortas e o resto da tripulação e passageiros desapareceram.

Nesse cruzeiro a principal atração é uma vidente, um blogueiro a está querendo acabar sua reputação por ela ter afirmado que 2 vítimas da Quinta-Feira Negra estavam vivas, quando na verdade foi confirmado que estavam mortas. Ao ler isso logo no primeiro capítulo minha cabeça já deu um nó porque no livro Os três uma dessas vítimas havia sobrevivido e o mundo inteiro sabia disso, daí me perguntei como podia ser possível isso visto que havia se passado 5 anos do acontecido na Quinta-feira Negra.

O desenrolar da trama vai se passar a partir do momento que o navio começa a dar pane no quarto e último dia de viagem, tudo começa a dar errado e o navio simplesmente não consegue obter ajuda e sair do lugar, logo o caos vai começando a afetar a todos como já não bastasse um vírus que está rondando os viajantes e ainda um assassinato. A situação vai mais crítica a cada dia que se passa e mais insuportável ficar naquele lugar.

Teremos 6 pontos de vistas narrados em terceira pessoa que nos darão uma visão bem ampla de tudo que está acontecendo no navio, vamos nos aprofundar e nos afeiçoar a cada um dos personagens que foram muito bem constituídos. O livro é bastante assustador em muitas partes chegando a causar arrepios elevando o leitor a querer pensar duas vezes antes de fazer um cruzeiro.

Eu devorei o livro e cada virada de página ficava mais angustiada para saber o motivo de tudo aquilo estar acontecendo e quando finalmente o desfecho chega temos que mais uma vez colocar a mente para pensar em toda história, juntar os detalhes nas estrelinhas e chegar a uma teoria. Logo que acabei de ler me encontrei com uma amiga que tinha lido faz pouco tempo e achei a teoria dela muito válida e ela também me contou que a autora já escrevendo um terceiro livro para série e fiquei muito feliz com essa notícia pois essa autora já ganhou meu coração e quem sabe ela explique tudo no terceiro livro.

Eu particularmente não recomendo que você leia esse livro sem ter lido antes de Os três porque tudo vai fazer muito mais sentido para suas teorias. Percebo também que por ser livros que não explicados nos mínimos detalhes muitas pessoas acabam não gostando do final, mas se você é do meu time que adora quebrar a cabeça para descobrir o que o autor deixou nas entrelinhas não pode deixar de ler Sarah Lotz.

Se você quiser debater sobre o livro e me contar sobre as suas teorias, deixe nos comentários um alerta de Spoiler antes.

 

escrito por Danielle Peçanha

Danielle Peçanha

33 anos, casada, livros fazem parte da sua rotina. Também ama música, filmes, seriados e estar com a família e amigos.

Um comentário sobre “(Resenha) O Quarto Dia – Sarah Lotz

Deixe um comentário